Nossos

CONTEÚDOS

#CONTEUDO

Os mercados e  profissionais precisam se adequar e se manter atualizados diante das informações e dos fenômenos ao seu redor, por isso conteúdo é tão importante.

Dicas para adaptar sua comunicação de marketing digital a LGPD

Atualizado: 24 de jun.



A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD age diretamente com o Marketing Digital. Afinal, todas as informações dos leads que são coletadas não podem ser utilizadas sem prévia autorização.



O que é LGPD?


Sancionada em agosto de 2018, a Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor em setembro de 2020. Essa lei criou novas regras para a segurança de informações pessoais passadas para as empresas.

Basicamente, a LGPD está baseada em princípios legais que envolvem:


· Respeito à política de privacidade;

· Liberdade de expressão, informação e comunicação, sem que haja violação da Imagem, intimidade e honra;

· Princípio de finalidade, adequação, necessidade e transparência;

· Autodeterminação informativa.



A relação entre a LGPD e o Marketing Digital?


Ao contrário do que muitas empresas podem imaginar, a LGPD pode se tornar uma aliada para aumentar os níveis de engajamento com os clientes. Veja a seguir onde ela mais pode impactar na comunicação digital:



O usuário deve permitir o uso dos seus dados

Com a LGPD, os usuários agora precisarão permitir a utilização dos seus dados para ações promocionais, como envio de e-mail marketing, redes sociais, remarketing, newsletter, entre outros.

Isso significa que os seus leads captados serão mais qualificados, pois a permissão representa que eles demonstraram certo interesse na sua divulgação. Dessa forma, o nível de engajamento será maior, melhorando o relacionamento com o seu cliente em potencial e a aumentando a possibilidade de conversão.



Maior controle das informações

Segundo as regras da lei, os usuários agora têm maior controle sobre os seus dados. Sempre que quiserem, eles podem excluí-los ou alterá-los.



Os dados coletados devem ser justificados

Com a LGPD, todas as empresas que solicitarem dados pessoais devem dar uma justificativa legal que permita a sua utilização.


Para os usuários é uma proteção contra a utilização indevida. Para as empresas, contribuirá para evitar o excesso de informações no banco de dados, pois elas terão apenas as informações mais estratégicas.

Adaptando sua comunicação com as regras LGPD


Adaptar sua comunicação de acordo com as regras da LGPD é indispensável, mais isso pode ajudar a melhorar o bom relacionamento com o seu público, além de permitir a captação de leads mais qualificados. Veja algumas dicas:


· Peça autorização para o uso de cookies;

· Seja transparente na sua comunicação: informe os clientes quais serão as mudanças de acordo com as novas regras;

· Tenha sempre bom senso: peça apenas as informações que precisam necessariamente ser divulgadas para a sua empresa.

3 visualizações0 comentário