Nossos

CONTEÚDOS

#CONTEUDO

Os mercados e  profissionais precisam se adequar e se manter atualizados diante das informações e dos fenômenos ao seu redor, por isso conteúdo é tão importante.

Conteúdo em vídeo vale a pena?



Vídeos são didáticos, de fácil consumo, podem ser inspiradores e aproximar o usuário de uma marca, por exemplo. Mas não é bem por isso que conteúdo em vídeo se tornou indispensável.

De acordo com uma pesquisa da CISCO, em 2020 cerca de 82% do tráfego da internet será gerado por vídeos, e já sabemos que 80% dos usuários preferem assistir conteúdo audiovisual a ler um texto online. Não nos resta dúvida que o vídeo é, definitivamente, a linguagem das comunidades e, por isso vivemos um momento em que a forma de produzir e as opções de formatos crescem exponencialmente, facilitando a conexão das marcas com seu público.

O grande desafio das marcas agora é, justamente, entender como criar essa conexão de forma autêntica e eficaz. É preciso entender como usar os dados a favor da produção de conteúdo em vídeo, além de agregar valor ao usuário, e por fim, converter. Mas na prática, precisamos entender a comunidade em questão, qual criador de conteúdo melhor se encaixa dentro dos objetivos da marca e tem mais conexão com o usuário, que tipo de conteúdo realmente vai engajar aquelas pessoas e que diferença pode fazer na vida delas.

A produção de conteúdo audiovisual não é novidade, porque na primeira revolução em vídeo, em 2014, já era possível ver grande potencial de crescimento, mas se falava em vídeo apenas como um formato diferenciado de mídia. Não existia uma estratégia definida, apenas o desejo de produzir vídeos e estar presente em diferentes plataformas; muitas vezes o conteúdo era o mesmo, apenas reeditado ou até eram pensados conteúdos diferentes para cada plataforma, mas sem crossmedia.

Após cinco anos de ambientação, o consumo de vídeos online cresceu mais de 135%, abrindo a segunda era da revolução, em que o vídeo é visto como estratégia de aproximação com o público final. Segundo uma pesquisa da State of Video 2018, as marcas já conseguem perceber o retorno sobre o investimento em produção de vídeos online, e o quão importante é o papel dos vídeos dentro de uma estratégia clara, conectada e dentro dos objetivos da marca, engaja, emociona, inspira e possibilita melhorias em produtos e serviços, aproximando e abrindo a conversa direta com usuários.

Com tamanha pluralidade de plataformas, sai na frente quem cria conteúdo audiovisual certo para o público certo, no formato certo e na plataforma certa. Quem pensa nas melhores formas de estimular a conversa e conexão com o consumidor. É preciso saber colocar dados como aliados na hora de criar estratégia e produzir o conteúdo. Essas informações geram insights qualificados que possibilitam focar em detalhes que podem agregar valor e tornar a produção mais assertiva; gerando menos custos e refações.

A mudança de mindset já começou. Os dados estão aí para apoiar a criação, a produção, e ajudar as marcas a medirem o retorno sobre o investimento, porque criar conteúdo em vídeo apenas com base em uma boa ideia não é mais sustentável.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo