Nossos

CONTEÚDOS

#CONTEUDO

Os mercados e  profissionais precisam se adequar e se manter atualizados diante das informações e dos fenômenos ao seu redor, por isso conteúdo é tão importante.

Aplicativo Clubhouse – o que é, como entrar e quais as oportunidades?





O início de 2021 ficou marcado pelo surgimento de uma nova rede social. Impulsionado por artistas e celebridades, o Clubhouse é uma plataforma de áudio que permite conectar várias pessoas em um grupo. Com a popularidade, a rede já atraiu 2 milhões de usuários, revelou a própria empresa em janeiro de 2021

A plataforma tem se tornado o assunto do momento. O aplicativo, que ainda está disponível apenas para dispositivos iOS, virou febre no mundo inteiro e já levantou até mesmo polêmicas, com menos de uma semana de extrema popularidade.

O que é o Clubhouse?

O Clubhouse (Alpha Exploration Co.) é uma rede social criada por Paul Davison (ex-Pinterest) e Rohan Seth (ex-Google), amigos desde 2011. É um aplicativo para fazer troca de áudio ao vivo, lembrando bastante podcast. As pessoas podem entrar em salas de conversa e, nestes ambientes digitais, não há troca de mensagens de texto ou de imagens, mas apenas áudio. Funciona como uma chamada de áudio tradicional, mas em um aplicativo com pessoas do mundo todo.

O boom do app ocorreu após Elon Musk, CEO da Tesla, entrar em uma sala para falar sobre Marte, COVID-19, vacinação e conversar com Vlad Tenev, CEO da Robinhood, reunindo milhares de pessoas. Personalidades como Oprah Winfrey, Mark Zuckerberg, Drake também foram nomes que movimentaram a rede desde o início deste ano.

Como funciona o aplicativo?

O Clubhouse é bem simples. É possível criar salas de bate-papo e nomeá-las de acordo com o tema que vai ser conversado. Na hora de criar a sala, o APP vai oferecer três possibilidades:


  • criar uma sala pública — qualquer membro do aplicativo pode entrar;

  • criar uma sala social — apenas pessoas seguidas pelo criador da sala podem entrar, tornando um pouco mais restrita;

  • criar uma sala privada — neste modelo, o criador consegue controlar quem entra ou sai.

Nas salas, os criadores podem dar o espaço de fala aos membros que utilizarem o recurso de ‘levantar a mão’. Então imagine que você entra em uma sala pública em que um grande ídolo seu está participando, caso você opte por ‘levantar a mão’, poderá ter a oportunidade de conversar com ele ao vivo.

No Brasil, pessoas influentes de diversas áreas já estão na rede e fizeram aparições em algumas salas, como a Anitta e o Boninho (diretor do Big Brother Brasil).

Como conseguir convites para entrar no Clubhouse?

Nem todo mundo teve acesso ao Clubhouse, e esse foi um detalhe que chamou muito a atenção e curiosidade sobre a rede social, já que dá o ar de exclusividade. Além de ainda ser de uso restrito, pois só é liberada para quem tem um dispositivo iOS, ela também só permite a entrada por pessoas convidadas. Isso mesmo, para fazer parte, não basta baixar o aplicativo, é preciso receber um convite.

A novidade chama atenção, mas a ideia de fazer parte de algo exclusivo, de estar próximo a pessoas famosas e que são admiradas por muitos, atrai ainda mais.

Por isso, se você quer saber como conseguir convites para o clubhouse, sonde seus amigos e confira se eles têm invites para compartilhar. Lembre-se também de que, ao entrar nesta rede, todos saberão por quem você foi convidado, pois é algo que fica aparente no seu perfil.

Isso importa bastante, porque como é uma rede social que favorece a formação de autoridade, algumas pessoas podem seguir você ou não apenas por saber quem te convidou. Impressionante essa forma de prova social, não é mesmo?

Clubhouse é um trend temporário ou uma boa oportunidade?

Ainda não dá para definir com certeza os próximos meses e anos, mas podemos dizer que é um canal que abre portas de boas conexões e que pode ajudar a enriquecer a sua marca pessoal. Ou seja, se você já tem uma carreira bem consolidada ou mesmo se não tem nenhuma influência digital, este canal abre chances para que você consiga crescer de forma mais rápida.

Porém, é preciso ter atenção aos detalhes e muito cuidado. Isso porque, como os áudios são ao vivo, se você participar de uma conversa e for chamado para compartilhar seu ponto de vista, é necessário que realmente tenha um bom conteúdo para dividir com as pessoas, caso contrário, pode acabar sendo visto de uma forma negativa pelas pessoas e ganhar rejeição.

Se o aplicativo vai continuar sendo um sucesso no futuro ou não, ainda vamos conferir. Mas como uma pessoa que gosta de marketing digital e de criar conteúdo, aproveite para fortalecer seu marketing pessoal e seu networking, com conexões saudáveis e sustentáveis.

Quais as oportunidades? De forma geral, as oportunidades são:

  • consumir mais conteúdos de valor;

  • diversificar suas fontes de inspiração digital, conhecendo outros criadores de conteúdo;

  • aumentar as conexões;

  • compartilhar conteúdo;

  • enriquecer sua marca pessoal.

Se havia dúvidas sobre estarmos na era da voz, elas não existem mais. Além de vermos o número de busca por voz crescer e também de dispositivos comandados por voz estarem cada vez mais populares entre itens de tecnologia adquiridos, agora também temos uma nova rede social exclusivamente para troca de áudio ao vivo.

O que achou dessa nova rede social?

13 visualizações0 comentário